Logo Olmix

Notícias

Breizh Algae Tour 2017 - Um microbioma equilibrado - Thanks to Algae!

19-09-2017

O “Breizh Algae Tour 2017” ocorreu na Bretanha, França, de 10 a 13 de setembro de 2017. O encontro anual do Grupo Olmix deste ano discorreu sobre o progresso científico e técnico na pesquisa de algas e seu papel fundamental na nutrição e saúde de plantas, animais e humanos.

O Grupo Olmix voltou às suas raízes para celebrar uma nova edição do “Breizh Algae Tour”. Não havia lugar melhor, do que a Bretanha, onde tudo começou em 1995, para o Grupo receber mais de 800 participantes de 43 países diferentes e hospedar seu simpósio internacional "Uma cadeia alimentar saudável para um microbioma equilibrado, Thanks to Algae!".

Seguindo a filosofia do Grupo Olmix, o evento deste ano destacou os últimos avanços nos inovadores programas que o Grupo realiza para desenvolver plantas, criar animais e processar alimentos sem pesticidas, antibióticos e aditivos químicos, graças à sua tecnologia de algas. Na verdade, o Grupo Olmix apóia fortemente as Algas para construir uma "HealthSea FoodTech" e está investindo em ferramentas de P&D para melhorar suas tecnologias, mas também para alcançar novos conceitos, como alimentar animais com uma porcentagem de algas de até 10% na dieta de bovinos, porcos e aves a fim de transferir os benefícios das algas para a carne, o ovo e o leite.

Domingo, 10 de setembro: o Grupo Olmix recebe a “PRP Technologies”

Depois de anunciar a aquisição da “PRP Technologies” – Empresa especialista em bioestimulantes para agroecologia - no dia 30 de junho, era natural que o Sr. Hervé Balusson, Presidente e CEO do Grupo Olmix, abrisse o “Breizh Algae Tour 2017” discorrendo quanto a essa grande colaboração:

 

"O “Breizh Algae Tour” deste ano é diferente porque hoje estamos recebendo nossos novos colegas da “PRP Technologies”. Tenho certeza de que o Grupo Olmix e a “PRP Technologies” podem fazer história juntos. Estamos crescendo todos os anos e estou certo de que continuaremos expandindo nossa filosofia em todo o mundo ", disse Balusson durante seu discurso de abertura.

Sr. Hervé Balusson (Olmix Group).

Segunda-feira, 11 de setembro: conferências na “Breizh Algae School”

Se as algas são consideradas como o núcleo de negócios do Grupo Olmix, onde mais poderia ocorrer o “Breizh Algae Tour”, se não na “Breizh Algae School”? Sendo o primeiro instituto de algas do mundo que se concentra no progresso científico e técnico voltado às algas, a escola foi, sem dúvida, o melhor lugar para sediar o simpósio do Grupo Olmix "Uma cadeia alimentar saudável para um microbioma equilibrado, Thanks to Algae!" Lá, as sessões plenárias da manhã foram compostas por palestrantes de alto nível que abordaram diversos assuntos relacionados ao microbioma como fator principal para a saúde das plantas, animais e seres humanos.

Mais uma vez, o Sr. Hervé Balusson abriu o simpósio calorosamente recepcionando os participantes e apresentando os principais tópicos da sessão. No palco também apresentou-se o Dr. Martin Scholten, Diretor Geral do Departamento de Ciências Marinha e Animal da Universidade Wageningen (Países Baixos), que abordou de forma clara a importância dos recursos marinhos para a alimentação das pessoas no futuro e mostrou a correlação entre saúde e Algas:

"A importância do microbioma para a saúde humana foi comprovada. "HealthSea foodTech" é um novo conceito com o qual todos nós temos que viver a partir de agora ", disse ele.

Sr. Hervé Balusson (Olmix Group).

Então, o Sr. Michel Neunlist, Diretor de Pesquisa UMR INSERM U913 (Neuropatías do Sistema Nervoso Enterótico e Doenças Digestivas, Nantes, França), iniciou a sessão da manhã discorrendo sobre a ligação, comprovada, existente entre o intestino e o cérebro:

"O intestino foi o primeiro órgão neurológico na evolução. Existe uma estreita correlação entre o intestino e o cérebro. A microbiota sozinha não é nada; o alimento que comemos possui a capacidade de modificar a composição desta microbiota. Como você sabe, a microbiota demonstrou que desempenha um papel fundamental no enfrentamento de doenças. Mas a dieta não é diferente, pois é ela que nos ajudará a tratar essas doenças. Na verdade, estudos recentes mostram que ao isolar-se o intestino do cérebro se tem um menor risco de desenvolvimento da doença de Parkinson".

Dr Martin Scholten: 'HealthSea Food for the Future'.

Dr. Martin Scholten, Diretor Geral do Departamento de Ciências Marinha e Animal da Universidade Wageningen (Países Baixos).

Em segundo lugar, o Sr. Philippe Potin, Director de Pesquisa CNRS 8227 na Estação Biológica de Roscoff UPMC (Roscoff, França) apresentou uma visão interessante sobre o microbioma de algas marinhas e a importância das bactérias e outros fatores ambientais para aumentar as propriedades e os benefícios das algas.

"As algas não estão isoladas. Elas estão associados a uma grande quantidade de bactérias e interagem com muitos fatores ambientais. Na verdade, demonstrou-se que bactérias específicas funcionam em harmonia com as algas e têm um grande impacto no seu sistema de reprodução. Isso é muito importante quando se trata do cultivo de algas", explicou.

Então, o intestino é nosso cérebro original e tem que ser cuidado. As algas podem trazer parte da solução para interagir com a microbiota e o intestino, nosso segundo cérebro, mas também pode ser uma fonte para usar menos pesticidas, menos antibióticos e menos aditivos alimentares químicos. Mas como?

Para dar uma resposta a esta questão, vários representantes do Grupo Olmix mostraram os diferentes métodos e estratégias que a empresa possui para alcançar uma cadeia alimentar saudável, produzindo sem pesticidas, antibióticos e aditivos químicos, através de 3 campos de atuação diferentes: “Plant Care”, “Animal Care” e “Human Care”.

Sr. Philippe Potin, Director de Pesquisa CNRS 8227 na Estação Biológica de Roscoff UPMC (Roscoff, França).

Para o Plant Care, o Sr. Johannes Tuinhof, Diretor Comercial da Melspring, mostrou pela primeira vez os objetivos da gama de produtos do Grupo Olmix voltados ao departamento de “Plant Care”: "Nossa visão é clara: queremos ir das pragas à saúde. Isso significa: plantas mais saudáveis, menos doenças e um gerenciamento integrado de cuidados com plantas".

Então, a Sra. Danièle Marzin, Diretora de Marketing do Grupo Olmix, assumiu a liderança e subiu ao palco para falar sobre a resistência aos antibióticos na produção animal e como as soluções do departamento de “Animal Care” do Grupo Olmix podem ajudar a criar animais de maneira completamente saudável:

"A resistência aos antibióticos está crescendo e o bem-estar dos animais é obrigatório. Desta forma, cada vez mais nos é exigido comida e segurança de melhor qualidade. Para atingir este objetivo, temos várias colaborações em todo o mundo que nos permitem desenvolver nossas tecnologias de forma científica. Nossos três seguimentos para o departamento de “Animal Care” são “For Farm” (para o campo), “For Feed” (para a alimentação animal) e “For Vet” (para a saúde animal). A produção sem antibióticos, graças às algas, já não é um sonho, é uma realidade ", explicou.

Sr. Johannes Tuinhof: 'Olmix Plant Care'.

Sra. Danièle Marzin: 'Olmix Animal Care'.

O Sr. Hervé Demais, Conselheiro Científico do Grupo Olmix, foi o único a compartilhar algumas informações sobre o departamento de “Human Care” do Grupo e as perspectivas desta divisão em termos de saúde humana e bem-estar.

"O departamento de “Human Care” do Grupo Olmix visa oferecer soluções naturais baseadas em algas, desenvolvendo ingredientes para indústrias alimentares, nutracêuticas e de saúde humana. Existe um futuro brilhante em nossa frente, uma vez que as algas abrem perspectivas para o seu potencial uso quanto a saúde humana ", citou.

Finalmente, o Sr. Stéphane Couton, Diretor Comercial da SOVIPOR (Processador de Peru - Grupo Olmix), contribuiu para esta visão de criação animal sem o uso de antibióticos com alguns pontos interessantes que foram um excelente exemplo do alto interesse que a indústria animal está mostrando ter atualmente em relação a essa tendência:

"Estamos a caminho de carne de peru sem antibióticos. Temos as ferramentas para torná-lo possível graças às algas. Trabalharemos pesadamente para que 20% da produção de carne de peru esteja livre de antibióticos até 2020", disse ele.

Se. Hervé Demais: 'Olmix Human Care'.

Sr. Stéphane Couton, Diretor Comercial da SOVIPOR.

Para resumir, o Grupo Olmix acredita nas algas para construir uma "HealthSea foodTech" e está atualmente investindo em programas de P&D para melhorar suas tecnologias e provar seus conceitos: usar algas para reduzir resíduos de pesticidas e antibióticos na carne, ou usar algas diretamente como ingrediente em alimentos processados e/​​ou como suplemento na dieta podem ser uma maneira de influenciar a microbiota e conseqüentemente a saúde humana. Outra visão também consiste na alimentação de animais (porco, aves, bovinos ...) com uma porcentagem elevada de algas na dieta para transferir os benefícios de algas para a carne, o ovo ou o leite!

Compromisso oficial do Banco Europeu de Investimento no apoio ao desenvolvimento do Grupo Olmix

O conceito "HealthSea FoodTech", o qual traz saúde através do poder das algas, está agora inserido no futuro do Grupo Olmix. Um projeto demonstra esse conceito mais do que qualquer outra coisa: o projeto “Breizh Algae-SAGA”. Para desenvolver este projeto, o Grupo Olmix procurou financiadores e levantou um total de €70 milhões. Um dos principais financiadores, o Banco Europeu de Investimento, aproveitou a oportunidade da “Breizh Algae Tour” para assinar oficialmente um aumento de financiamento de €30 milhões para o Grupo Francês.

"Estamos satisfeitos em contribuir com os projetos e iniciativas do Grupo Olmix: o "HealthSea foodTech" global, Thanks to Algae, é uma visão ambiciosa para o futuro. Tudo é possível do seu lado ", disse o Sr. Fayolle antes de assinar os documentos oficiais ao mesmo tempo que o Sr. Balusson. Este foi um acontecimento significativo que representou o presente e o futuro do Grupo Olmix.

O Sr. Hervé Balusson e o Banco Europeu de Investimento, representado pelo seu Vice-Presidente, Ambroise Fayolle, entraram no palco para assinar oficialmente um aumento de financiamento de 30 milhões de euros para o Grupo Francês.

Visitas às Fábricas Olmix e PRP e Jantar de Gala

Depois de uma intensa manhã, os participantes do “Breizh Algae Tour” puderam saborear uma refeição requintada e bastante especial no almoço: churrasco de carne de gado alimentada com algas, criado pelo fazendeiro Guillaume Deslandes!

Posteriormente, eles visitaram as fábricas da Olmix e PRP Technologies, ambas localizadas em Bréhan (França), onde conheceram os deveres diários do departamento de P&D e o gerenciamento do ciclo de vida dos produtos.

Breizh Algae Beef truck.

Fábrica da Olmix (Bréhan, França).

Mas o “Breizh Algae Tour” ainda tinha mais a oferecer. Como uma cereja no topo do bolo, os participantes tiveram a chance de relaxar e desfrutar de uma atmosfera agradável em um jantar de gala.

Acompanhados de música ao vivo, todas as delegações subiram ao palco e cantaram juntos músicas tradicionais de todos os países. O dia terminou em uma atmosfera acolhedora, onde as pessoas puderam trocar e discutir seus pontos de vista e idéias sobre as sessões plenárias e planejar futuras colaborações. Thanks to Algae!

Todas as notícias